8 Pecados de liderança para evitar… E como encontrar o seu caminho por Steve Sjogren

Todos os líderes passam por oscilações mentais e emocionais que podem causar confusão mental,. Alguns destes pecados são maiores do que os outros. Alguns são mais fáceis de recuperar do que outros. O início da caminhada em liberdade é reconhecer que você realmente está preso. Depois de ver os problemas que você pode mais facilmente a pé a partir do seu desafio.

Não tutoria outros
Precisamos trabalhar perpetuamente um plano para o desenvolvimento de outros. O plano é fácil de contratar outros, especialmente porque sua igreja cresce. Como muitas coisas na vida, o caminho mais fácil é jogar dinheiro em problemas, mas a coisa certa, a coisa bíblica, é, geralmente, para tomar o caminho lento para a frente que requer atenção pessoal e paciência.

Cair em mais de cautela
Como líder, você vai se arrepender os riscos que você não agir sobre. Hoje eu li um anônimo postagem por uma mãe Boomer-idade que refletiu sobre sua vida como mãe, agora que seus filhos estão em seus vinte anos e por conta própria. Como ela dividia seu tempo arrependimentos e outra vez ela escreveu que ela desejava que ela tinha tomado mais riscos financeiramente, sido menos medo de não ter finanças suficientes, tudo o que a levou a passar tempo demais fora de casa e longe muito pouco tempo com seus filhos como eles cresceram. Agora que já é tarde demais, ela percebe que apesar de serem financeiramente cuidada ela não conseguiu adequadamente o risco que ela tinha sido mais corajoso.

Desistindo de humildade
Quando você é jovem, é algo natural para andar com um humilde, coração ensinável. Você não sabe muito e você terá mais prazer em admitir esse fato. Você vai ter toda a ajuda que você pode começar a partir de mais, pessoas mais experientes, de facto, você praticamente implorar por ajuda.

É fácil começar a viver pelo adágio - "Os especialistas não precisam de conselhos -. Dão conselhos" Não importa onde você está, em sua experiência que você nunca vai superar a sua necessidade de andar em humildade.

Não ter um mentor
Não importa sua idade ou nível de experiência, é imperativo que você tem um mentor. Você nunca vai chegar perto de conseguir o que você foi chamado para além de um mentor.

Tomar a decisão de se humilhar e buscar um mentor. Encontre um que é adequado para você. Eu conheci reverenciado negócio guru Peter Drucker ou menos um ano antes de falecer no final de 1990. Ele estava com um casal de rapazes que sai com ele boa parte de cada mês, mas surpreendentemente, parecia óbvio que ele estava aprendendo com eles também. Com Peter Drucker a relação dois sentidos - ele em direção a eles e eles em direção a ele que os caras mais jovens eram muitas décadas mais jovem do que o Sr.. Impressora.

O que seus mentores parecer que você chegar em seus anos 90?

Não ter tempo divertido o suficiente
Os líderes são muitas vezes muito intensa, tanto para o seu próprio bem e para o bem dos que os rodeiam. É fácil mover-se de ter um amor para as pessoas a se tornar obsessivo sobre o ministério. Alguns são parcialmente bem sucedido porque eles são movidos. Eles são recompensados ​​por sua grande movimentação. Suas igrejas ou obras de ministério tendem a prosperar, mas, infelizmente, o que faz com que eles cresçam é destrutivo para eles pessoalmente e às suas famílias.

Lutar contra esta tendência, trabalhando em divertindo a cada semana.
Cante músicas.
Dança um pouco.
Andar descalço na grama.
Monte um bicicleta.
Assista os tipos de filmes que você relaxar.
Dar um passeio no shopping com seu esposo com um copo grande de algo quente apenas para apreciar o puttering dele.
Ler os tipos de livros que o ajudam a tirar férias mental - não é algo sobre liderança ou ministério!

Não precisa ler líderes
Sendo muito impressionado com “líderes” aqueles que não são líderes realmente espirituais, mas apenas possuir os sinais exteriores de sucesso. Este é um erro comum cometido por líderes top-shelf da igreja como eles constroem igrejas cada vez maiores. Um CEO, ou COO ou C-O que pode parecer bom no papel, mas eu vi uma e outra vez que as pessoas que se encaixam nessa categoria não necessariamente andar no Espírito. They can easily make decisions based on outward, negócios como, "Sabedoria do mundo", como Paulo escreveu. Infelizmente, porque essas pessoas são muitas vezes mal ensinou as Escrituras as suas decisões não são necessariamente bem cingido em princípios bíblicos.

Não confiando em sua equipe o suficiente
Não importa o quanto você pode ter sido ferido por outros no passado, seu nível de sucesso está ligada à sua capacidade de equipa com os outros. Você habilidades pessoais e gifting irá levá-lo apenas na medida. Você terá início mais cedo do que mais tarde. O chamado Princípio de Peter vai chutar - a posição de entrar em um papel que está além de sua capacidade de desempenhar adequadamente, em seguida, sendo então preso no medo de ser honesto o suficiente para admitir o seu fracasso, você ficar preso indefinidamente. A saída para esse cenário é a construção de uma grande equipe.

Confiando alguns muito
Entre estes dois pecados, Eu não tenho certeza de qual lado do barco é o mais arriscado um ir ao mar com. Eu cometi dois erros e viveu para arrepender-los muito.

Quando você confia em alguns demais você vai acabar remoção de pelo menos uma medida de sua confiança em Deus. Há somente tanto peso de confiança em seu coração para dar a volta.

Quando você "overtrust" pessoas, será difícil para o adequado colocar a sua confiança em Deus.

12 Coisas Sua Igreja precisa saber ... por Steve Sjogren

... Por vezes é 12 meses de idade

 

1. Don’t take yourselves too seriously
You are important to God. Não é o suficiente para saber que, sem a necessidade de provar o tempo todo? Caminhe em humildade. Obedecer. Mantenha-se em sintonia com o Espírito.

2. Outreach is your lifeblood
It’s tempting to settle in on the point of problem centeredness, especially if you’ve had a modicum of success. People will ask that you “pastor” them instead of persevering instead of living out your roles as Evangelists. Pastoring at that point is a trap! Don’t fall for it. Tell people to go to counseling who need help. Pray for them while you stand up after a gathering. Don’t you dare see them more than once in the name of ministering to them.

3. There’s always a process to what you’re doing
God is at work with your people and those you seek to reach. God is continually doing something though we are sometimes frustrated with his timetable. Our desire is for details to work out quickly. None of us are naturally patient, but then again God’s work is more stable than ours.

4. As you serve a powerful spiritual atmosphere is created inside and outside your church
As you consistently love, serve and show generosity to outsiders you build an almost tactile reality around your church that impacts others that has a profound spiritual effect on others at dimensions that are difficult to easily see or measure on the surface of things but is real just the same.

As people nearby experience this they will change their perceptions about God and recognize that he is positive – not negative, loving – not necessarily judgmental.

As you serve you are also going to shape the spiritual atmosphere inside your church community as you walk out the heart of God. Your people will see that serving is part and parcel of the normal Christian life.

5. Others are more important than your venture
Don’t worry about your success. As you serve, God will show up in your midst. His presence is the greatest guarantee of success.

6. It’s vital to teach on living generously if vision is to succeed
People will tell you they like your church because you don’t talk about money “all the time like other churches.” It’s tempting to fall into the trap of under emphasizing this vital topic. Of course, your people need to be challenged. Deep down they crave this instruction for their growth’s sake.

7. A vision for church planting
Set a goal from the beginning of your launch as to how many and how fast you will produce your first of several plants. Talk about that frequently from the front…with a smile of faith!

8. See the city as your mission field
World missions are great but God is first interested in capturing the hearts of your church with the immediate. The “ends of the earth” is safe because all it requires is a check and an occasional prayer. God has in mind that your “Jerusalem” will come before the ends of the earth. Serve them. Care for the poor down the street in practical ways. Pray for them door to door in ten-second segments.

9. Worship stirs the presence of the Spirit
One of the top couple of necessities for success is Spirit-inspired worship. If your worship doesn’t bring the presence of the Spirit then change it until it until it does. You won’t succeed in much else till you do.

10. Ministry to the poor is basic to a discipleship
We are all – 100% of us – are called to care for the Poor in some way. Ministry to the Poor is part of any outreach emphasis. I highly recommend you make this a vital part of your initial foray into the community. No matter where you live in the world there are people in need within a 15-minute drive, if not next door.

11. If you don’t make outreach the focus it won’t be any of focus
That’s just the way it works. Outreach will be relegated to a program side by side with ushering, working in the parking lot and making coffee with about as much passion as the other ones mentioned above. It will be an utterly ineffective token effort that is in place for members to point as something that says their church cares about the Lost even though everyone knows there’s nothing effective being accomplished.

12. The way your senior leader(com) live and model ministry (and life!) is the greatest determiner as to how the local church will approach discipleship
Your church is like a flock of geese flying in formation on a journey. At the tip of the flock is a lead goose directing the rest toward in a certain direction. Where that leader goes, the rest of the formation follows. It’s a simple principle. Like it or not, the leader is carefully followed whether the rest of the flock understands the principle or not. It’s intuitive.

Regardless of that leader’s natural inclination, it’s vital that they become the person the flock needs in order to grow. Any person – any leader – can change by merely determining to change. It’s a matter of making a decision then leaning into the empowering of the Spirit for change to happen. God will show up and empower that decision. It is easy for a leader to cop out by thinking they don’t possess the needed gifts in the area where help is needed. As that leader merely shows up with an available attitude God will provide the needed gifts, energy and physical resources. As St. John of the Cross said, “Where there is no love, bring love, and there will be love.”

5 Lançamento Lições de Johnny Appleseed por Steve Sjogren

John Chapman, conhecido como o lendário "Johnny Appleseed" era um missionário que estendeu a mão para os nativos americanos no Vale de Ohio no início de 1800.

Ele tinha Ferramentas simples

Sua ferramenta principal era plantar uma vara! Você tem um pedaço de pau? Quando sua vara atual desgastou ele encontrou um novo carregador. Ouvi recentemente através da videira que gruda ainda são fáceis de encontrar!

O mais elaborado fazemos nossos planos o mais provável é que vamos falhar.

Ele ouviu o convite

Ele pegou a convite do Pai para cumprir a sua missão de vida, portanto, quando as coisas ficaram difíceis, ele foi capaz de voltar ao começo de tudo quando Deus falou com ele inequivocamente para sair em primeiro lugar.

Ele não falou sobre Outreach, Fê Outreach

Johnny entendido é sobre ativismo, não meras palavras, nem estudo preparação contínua, nem o acumular de notebooks mais legais da conferência. Ele era tudo sobre a tomada de riscos e ficar lá fora. Se ele estivesse vivo em 2012 seu lema seria, "Schmissional Missional! Pare a conversa incessante, deixar de ser uma galinha e fazê-lo apenas pelo amor de Deus!"

Fê Pequenas Coisas

Não é preciso muito para mudar o mundo. Uma pequena semente de maçã cresce na maior árvore frutífera no mundo das plantas que irão suportar milhares de maçãs.

Ele foi fiel

Ele estava todo de! Ele queimou suas pontes. Não houve retorno.

Ele viu o potencial no Reino Fé

Alguns acham difícil, se não impossível, para fazer o ministério de Johnny, porque era a longo prazo e não imediatamente cumprindo. Ele foi chamado por Deus para fazer algo grande, mas algo que não iria suportar totalmente fruto em sua vida.

Cada semente estava destinada a produzir uma árvore surpreendente que produzem milhares de maçãs para a glória de Deus. Leva o tipo de fé só Deus pode fornecer a viver a partir dessa perspectiva. Não podemos trabalhar que até. "Deus nos capacitar a capacidade de ouvir o seu chamado, independentemente da altura ".

Com ministério evangelismo servo do fruto leva um tempo para acontecer, mas garantido, mas quando uma igreja permanece fiel para servir fortemente e mostrar generosidade para com a sua comunidade circundante, resultados surpreendentes virá.

Qualquer um pode contar o número de sementes em uma maçã,
Mas só Deus pode contar o número de maçãs em uma semente.

Robert H. Schuller

5 Formas de melhorar a Momentum Outreach por Steve Sjogren

Momentum é uma coisa sagrada. It can be blessed to increase or it can be messed with and diminish if we take it for granted. Quando isso está acontecendo todos nós sorriso, celebramos e olhar muito inteligente. If we are wise we will learn to walk in tune with God’s Spirit regardless of ever-changing external factors.

It is the will of God that his church be continually marked with the presence of his Spirit, which is the force of outreach momentum. Here are some barriers to our momentum.

Momentum is impaired when we allow scaredy cats to speak up.

You can avoid this by going out after an outreach and spending time doing a downloading time.

Momentum is impaired when there is too much talk about money.

A spirit of fear will kill enthusiasm for outreach. Church leadership can begin to think they can’t afford to reach out.

Momentum is impaired when we talk or plan incessantly.

Momentum is impaired when we model outreach with only people who are highly gifted.

Put forward people who are highly gifted and you will intimidate the majority of your congregation.

Momentum is impaired when we do outreach that is too costly.

If what we do is out of the reach of our people we are going to perpetuate a model that only pushes people away from usefulness.

Let’s switch gears a bit. How can we move toward the positive and launch out into what will stir up momentum?

1. Let’s show what’s happening through outreach.

  • Video
  • Site
  • Pictures

2. Let’s gossip what’s happening through outreach.

  • Convey stories throughout the church.

3. Let’s convey the doable-ness of kindness outreach as creatively as you can.

4. Let’s play with words.

  • The “E” word intimidates many. Consider using the term “Kindness Outreach.”

5. Let’s give testimony about former fearful who risked by reaching out and found outreach surprisingly fun.

  • Stories are powerful, especially when conveyed by people others have known to be timid.

For the full version of this article check out ServeCoach.com.

Não se aposentar… Refere! pelo Dr.. Gary Adoce

Toda terça-feira um grupo de velhotes jogar golfe juntos. Temos um monte de diversão competitivo e nós compartilhamos alguns sobre o que Deus está fazendo em e através de nós. Você vê, velhotes no mundo de hoje não são como se fossem mesmo uma geração atrás. Na verdade, um dos meus livros favoritos é direito, "Turning Prata em Ouro: Como lucrar no Novo mercado Boomer ", de Mary Furlong. Embora o autor se concentra em dinheiro, suas idéias estão na vanguarda de uma nova visão de mundo que está tomando o mundo ocidental pela tempestade e os entendo estão se beneficiando enormemente.

Infelizmente, apenas alguns cristãos parecem mesmo estar ciente do que está acontecendo culturalmente, espiritualmente e relacionalmente e ainda pode ser o movimento espiritual mais importante desde Luther cantou, "Se eu tivesse um martelo" e foi para o Castelo de Wittenberg. Por exemplo, quantos de seus "Outreach Oriented" povo tenha ouvido falar de "The Prize Propósito"? Recentemente, cinco homens e mulheres inovadores que recebeu $100,000.00 Prêmio Prêmios propósito para a sua "Inovação Social" e envolvimento em "Encore Carreiras"! Estou esperando para ser um dos próximos destinatários.

Essas pessoas estão por toda parte 55 e se recusaram a se aposentar. Em vez disso, decidiu refire to usar o seu tempo, sabedoria, experiência e dinheiro para fazer algo grande para o mundo.

http://www.encore.org/prize?utm_source=cv&utm_medium=email&utm_content=textlink&utm_campaign=endoct )

Compare isso com o que muitas vezes acontece nas igrejas ao redor do EUA. Certa vez, sentou-se ao lado de um vice-presidente de se aposentar de uma empresa multinacional durante o vôo para Cingapura. Quando ele descobriu as minhas intenções missionárias ele partes que ele era um crente que estava ensinando na escola dominical a cada semana. Ele estava em seu caminho para falar em uma conferência sobre o uso de teleconferência de vídeo para formar gestores em todo o mundo. Eu perguntei o que ele ia fazer quando ele se aposentou. "Jogar golfe,", Disse ele.

Pedi-lhe para considerar trabalhar com uma organização cristã para criar conferências para pessoas como eu. Eu poderia ficar em casa e ainda ensinam todo o mundo. Ele disse, "Eu não acho que o meu Pastor me permita fazer isso. Eu não fui para o seminário ou nada. I am just a layman. Eu tenho certeza que ele vai me deixar continuar a ensinar na escola dominical embora. "YIKES" Pensei! "Ensina-escola domingo, quando o mundo cristão precisa desesperadamente de líderes treinados internacionalmente; com o dinheiro?"

Cincinnati tem mais de vinte mil homens e mulheres se aposentaram a partir de P&G, GE, Kroger, etc que têm recursos financeiros, tempo, amplas experiências, mentes criativas e profundidade espiritual. Quantos pastores, mas estão equipando-os a usar os seus dons, talentos e ideias para alcançar o mundo? Um dos meus amigos experientes Acreditando tem mais 200 patentes, mas sua igreja não tem idéia de como liberar sua criatividade. Outro é o fundador de uma $100 milhões de empresa de dólares que cada igreja, ministério e missão na América poderia usar. A única vez que ele é abordado por seus ministros é doar em outro prédio. Um homem é regularmente convidado para treinar os lucros não sobre ética, mas não é convidado a ensinar em sua igreja.

O velho paradigma da igreja de cima para baixo burocracias organizacionais com grandes edifícios é concluída. A maioria dos líderes ainda estão tentando construir para gerações passadas de pew sitters. Basta pensar, eles poderiam estar oferecendo prêmios aos empresários inovadores que mudam o mundo de segunda a sábado. "Os crentes experientes" não se encaixam no plano estratégico de ninguém menos que seja para apoiar o orçamento ou contratar um ministro aposentado para fazer passeios de ônibus do Museu da Criação.

As revistas de liderança falar sobre o recrutamento de jovens que estão abertos a novas idéias. De fato, muitos jovens estão presos em suas próprias amizades míopes. Nós, que temos sido inovadores todas as nossas vidas estão prontos para levar novos empreendimentos para o Reino. Tratam-nos com respeito e compreensão e pedir-nos para criar nossas próprias formas de chegar aos que nos rodeiam. Recompensar-nos por compreender que sabemos o que está acontecendo ea prata no nosso cabelo pode ser de ouro para qualquer Pastor com a coragem de nos transformar solto.

Aqui está um segredo sobre Steve Sjogren. Como um pastor, ele não tinha medo de recrutar mais velho, barbas mais sábio cinza mais experientes do que ele. Steve procurava homens e mulheres, em seguida, promoveu fortes e afirmou-los. Como resultado, ele parecia ser o herói. Seja um gênio. Recrutar um grupo de crentes experientes, mas NÃO segure as mãos ou sugerir passeios de ônibus para visitar um museu!

PS. Desde originalmente escrevendo este artigo em 2009, Deus deu a alguns crentes experientes em SLS a chance de chegar às famílias com crianças deficientes. As igrejas têm ignorado, mas eles querem desesperadamente para aprender a ter um relacionamento com Deus para ajudá-los através de suas lutas.

Adoçar Life Systems

® Construindo uma vida de grandes relacionamentos.

www.sweetenlife.com

O que há em um nome? por Randy Bohlender

História não nos diz se Shackleton Earnest era um homem particularmente religioso, mas certamente ele estava profetizando quando ele batizou o navio The Endurance. Mesmo que ele compreendeu o desafio enorme que ele enfrenta na tentativa da primeira marcha através Antartica, tanta coisa aconteceu que ele não poderia ter previsto.

How would he have known…

  • That the ice would be early in the fall of 1914, leaving them trapped in the ice, far from their goal by January of 1915?
  • That the spring melt of 1915 would not free their ship, but that it would remain fast until October?
  • That once the ice did begin to shift, rather than breaking free, his ship would be crushed, leaving his men to abandon the craft, only to stand on the ice staring down through the hole where the ship used to be?

How would he have known…

  • That he and his men would spend 497 days either on the ship or on ice floes before they set foot on land once again?
  • That once they found their way to land, it would be Elephant Island, one of the most inhospitable places on earth.
  • That he would be forced to split the party, and a portion of them would have to once again take to their open boats for a fifteen day sail through a storm that sunk a 500 ton steamer?
  • That his portion of the party would include McNish, a carpenter that he threatened to shoot for insubordination, but recognized that he would need his skills later.

How would he have known…

  • That on their second landing, they would put ashore on an island that was inhabited, but find themselves on the opposite side of the whaling camp, separated by a glacier never before crossed by man?
  • That after climbing the glacier with little or no climbing equipment, they would need to slide down the other side through thick fog, sitting in shovels for sleds? When his men objected, Shackleton is credited with saying “Well, we very well can’t go back…”.

Enfim, Shackleton worked to collect each of his men and returned to England having not lost a life in the journey. How could he possibly have known that when he named his ship The Endurance?

As leaders, we chart the course for our initiatives early with a hundred finite decisions that work together to establish the culture for our ministry.

  • Do you cancel an outreach because it rains? You’ll cancel it for other reasons.
  • Do you boldly approach strangers or hang back, waiting for them to make the first move? You’ll hang back your entire life.
  • Do you lead by example, knowing it’s going to be harder – and more rewarding – than you expected?

Ministry – as much as Shackleton’s odyssey – requires an uncommon endurance. The same goes for those of you on the adoption journey. Going in, you know there’s a lot to it.

You can’t pre-imagine every struggle that will materialize. At the end of the journey, you innately know it was worth it all, even if it required every bit of your endurance.

You might as well get used to the idea and call it what it is.

A poucos conseguem tocar muitas por Steve Sjogren

Não é preciso ser uma grande equipe para fazer sair uma grande pegada.

Vitória no reino de Deus sempre tem ido para os azarões. Deus quase sempre unge um grupo minúsculo para fazer o seu lance. Acho isso encorajador já que tudo que eu comecei foi pequeno - geralmente por um longo tempo, se não para sempre. O que Deus constrói geralmente começa (e, normalmente, permanece) no lado pequeno tamanho.

Eu costumava dizer que ele começou pequeno, mas, em seguida, iria crescer grande, mas agora vejo que muitas vezes os números normalmente só engordam. Vejo agora que é quase sempre o caso que uma franja radical, mas pequeno recebe o estilo de vida Unido e mensagem. Por que ficar pequeno? É tudo sobre o custo ofensiva da misericórdia. Jesus disse: "Muitos são os chamados, mas poucos os escolhidos" (Matt. 18). O contexto deste versículo poderia muito bem ser reapresentadas, "Muitos são os chamados, mas poucos escolher" o Reino. O Reino, como Deus define-, é sempre algo que está configurado de acordo com os seus parâmetros, não a nossa. A maioria não gosta tanto assim, para que eles protestam, eles decidem que não é para eles, e votar-se fora dele como as pessoas religiosas em Mateus capítulo 18 (sim, foram as pessoas religiosas que não decidiram participar no reino, uma vez que descobri como a misericórdia de Deus funciona como nesta história).

Esta história Jesus é fresco comigo hoje. Alguns de nós saiu misturar-se com dezenas de pessoas perdidas que, como os de Nínive, não sabia que sua mão esquerda do seu direito. Fizemos um $1 lava-jato. Nós lavava carros das pessoas e lhes pagava um dólar para o privilégio de servi-los. Nós surpreendeu muitos. Números teared. Nós teared! Estou espantado sempre que pode acontecer quando alguns, entusiasmado, pessoas dedicadas mover em uma direção comum e derramar seu coração em algo. Faça algo grande com Deus. Leva apenas alguns.

Um compromisso bíblico Exige Relevância Cultural por Paul Alexander

Muito tem sido dito e escrito nos últimos anos, oferecendo todos os tipos de críticas modernas Igrejas dias para negociação fora adesão ao Evangelho de Jesus Cristo por métodos contemporâneos de comunicação que. Curiosamente a esmagadora maioria das críticas vem por meio de outras Igrejas. Typically it comes from Churches that are not growing criticizing Churches that are growing. Afinal, if a Church is growing, they’ve got to be doing something wrong don’t they?

I have a tendency to go the other way on this one. Na verdade, I’d go so far as to say if a Church isn’t working hard to be culturally relevant, it isn’t working hard to remain true to the Scriptures! You can’t be radically committed to the Scriptures without being radically committed to communicating the Scriptures in a culturally relevant manner.

It’s an easy statement to make because God has always communicated his message to people in a culturally relevant manner. Language, the time, place, ethnicity, gender, community, governance, and more has always been taken into consideration as the message of God was communicated to a particular audience.

The Apostle Paul, a master missionary, knew this about the heart of God and understood that the Gospel must be contextualized to each specific culture:

#1 Take time to understand the culture of your audience.

"…for as I was walking along I saw your many altars…” Acts 17:23

#2 Be positive, not negative, about the culture of your audience.

“So Paul, standing before the Council, addressed them as follows: ’Men of Athens, I noticed that you are very religious…” Acts 17:22

#3 Use the culture of your audience to connect with the heart of your audience.

“His purpose in all of this was that the nations should seek after God and perhaps feel their way toward him and find him—though he is not far from any one of us. For in him we live and move and exist. As one of your own poets says, ‘We are his offspring.’” Acts 17:27-28

#4 Relationally speak truth to your audience.

“For he has set a day for judging the world with justice by the man he has appointed, and he proved to everyone who this is by raising him from the dead.” Acts 17:31


Sobre o autor

Paul Alexander is a Pastor, Leader, and Church Strategist. He has spent the last ten years of ministry serving in three mega-church settings as a Youth Pastor, Executive Pastor, and Lead Pastor. He has been married to his wife Lisa for 14 anos. Together they have three children Kennedy, Mia, and Lincoln. You can follow Paul on Twitter or at his blog.

A Congregação Ideal-Sized? Tentar 500! por Steve Sjogren

congregationGrandes igrejas vêm em uma variedade de tamanhos, muito grandes, aqueles dimensionados-médios e pequenos.

Alguns estão frustrados com a cena da igreja mega em nossos dias por uma variedade de razões. É um erro de descontar o papel vital mega-igrejas desempenhar na estratégia de Deus para alcançar o mundo. Deus tem em mente para usar mega-igrejas em grandes formas em nossos dias. Acima de tudo ele quer resgatar essas igrejas para fazer grandes obras de evangelização em toda a América. Feito corretamente essas igrejas podem servir como catalisadores para a grande comunidade em que se encontram, de modo que as igrejas de todos os tamanhos podem ganhar confiança para o evangelismo.

Eu acredito que o tamanho mais eficiente igreja é…500.
Eu disse a essa conclusão há vários anos em um livro baseado nas inúmeras observações feitas nesse livro (Fazendo uma boa igreja Great, Dom, 2010). Estou mais convencido do que nunca que o meu palpite inicial estava correta.

Reflita sobre isso: seria mais produtivo para produzir 10 igrejas de vivificantes 500 no atendimento fim de semana do que na construção de uma mega-igreja de 5,000. Eu acredito que há provas abundantes para fazer o ponto de que o nível per capita de vitalidade espiritual é geralmente maior em uma igreja de tamanho médio contra um único mega-um. The Believer indivíduo provavelmente vai evidenciar maior fruto do discipulado nas igrejas de porte médio do que em mega queridos.

Pastores da igreja mega são chamados por Deus para realizar grandes coisas.
Eu não desejo nada de sinistro sobre os ombros dos meus irmãos da igreja mega-, no entanto, é um fato que a quem muito é dado, muito é exigido. Aqueles que levam muito grandes congregações estará diante de Deus, em um futuro não muito distante, para dar conta da forma como eles agiam como mordomos da provisão de Deus em seu tempo como o líder de uma imensa congregação com imensos recursos.

Como é que eu faço como professor? Será que eu corajosamente e amorosamente presente ao meu povo a verdade intransigente do Evangelho?
Como é que eu faço como um modelo? Será que eu mostrar o meu povo a vida de Jesus através da minha vida?
Nós fizemos o trabalho de evangelismo? Será que vamos consistentemente, profundamente procura trazer à nossa cidade para Jesus?
Foram os pobres mostrado uma abundância da misericórdia de Deus?

Tais perguntas colocar o temor do Senhor em mim. Com essa carga de responsabilidade em mente que eu não perca um dia de meu tempo de liderar uma mega igreja. Eu oro misericórdia de você se você é um pastor de uma congregação deste tipo.

Se você é um pastor de outra congregação tamanho que você tê-lo mais fácil de muitas maneiras. Ore por pastores de mega perto de você. Eu espero que você mutuamente vai agitar o "amor e às boas obras" Escritura nos convida a caminhar em.


Steve Sjogren é um plantador veterano igreja e pastor de cinco igrejas em que EUA e Europa, muitos dos quais têm crescido ao status de mega igreja. Ele está atualmente operando em seu papel ideal, levando uma congregação para fora com foco de 500 na área da Grande Portland. Ele é o autor de vários livros best-sellers e muitos folhetos livre PDF. O Steve Sjogren Blog é publicado diariamente como um foco no evangelismo, divulgação e o poder do Espírito para alcançar este objetivo.

Meus erros favoritos da Década de Steve Sjogren

Steve Sjogren partes alguns dos erros clássicos que ele e muitos de nós têm feito dos últimos dez anos nesta mensagem. Você vai ver-se nos pensamentos que ele compartilha e vai ter uma visão e sabedoria para seguir em frente em seu melhor ano de sempre.